Sindicato dos 				        bancarios de franca e regiao filiados

Utilidades

  • Acesse seu banco
  • Jornais
  • Links úteis

Previsão do tempo

Noticias

26/02/2018 - 20:37:22

Alckmin discute começar privatizações pela Caixa Federal em eventual governo

 

Conselheiros de campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) sugeriram ao presidenciável que a Caixa Econômica Federal encabece a lista de privatizações em eventual governo do tucano.
 

Para a equipe, a reputação abalada por seguidos escândalos de corrupção e a gestão preponderantemente escolhida por critérios políticos tornariam a mudança mais palatável para a opinião pública.

 

Pelo mesmo raciocínio, assessores de Alckmin argumentam que a entrega para a iniciativa privada de instituições consideradas mais técnicas, como o Banco do Brasil, deveria ser discutida mais adiante.

 

Há poucos dias, Alckmin confirmou o economista Persio Arida na coordenação do programa econômico de sua provável campanha presidencial. Com a escolha, ele reiterou o traço liberal que deseja imprimir à sua candidatura.

 

O economista já defendeu publicamente o fim do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), que ele próprio presidiu no governo Itamar Franco —período em que ajudou a formular o Plano Real.

 

Filiado ao PSDB de 1993 a 2012, Arida é simpático à simplificação tributária e já elogiou a proposta de reforma para o setor elaborada pelo economista Bernard Appy, que reduziria cinco impostos a um só.

 

O coordenador de Alckmin foi presidente por seis turbulentos meses do Banco Central no governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e, desde então, ocupou-se na iniciativa privada.

 

Ele impressionou bem a equipe do tucano por sopesar os ônus e os bônus políticos de medidas econômicas.

 

Alckmin vem dando mostras de que não tratará privatização como o tabu que foi em sua campanha presidencial anterior, em 2006.

 

Em 2006, ao ser tachado de privatista por Luiz Inácio Lula da Silva (PT), então presidente que se reelegeria, o tucano tentou desmentir o rótulo com uma jaqueta que estampava a marca de algumas das principais empresas do governo federal como Caixa Econômica Federal e Petrobras e boné do Banco do Brasil.

 

Na atual pré-campanha, o tom é outro. “Privatização não é mais palavrão, não. Acho que amadureci, estou mais preparado, mas sem usar jaqueta”, aludiu, no final de 2017, à mudança.

 

Fonte: CONTEC com Folha de S. Paulo

Associe-se

Webmail

Untitled Document

Destaque


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 


 


 


 


 

 


 


 

Sede Social
Rua José Bonifácio, 1479 - Centro - 14400-530 - Franca/SP
Fone: 16 3403-6400 - Fax: 16 3403-6401

Tecnologia - Grupo DARU