Negociação com o Banco do Brasil debateu a representação dos funcionários

O sindicato participou nesta sexta-feira (29) da terceira rodada de negociações da Campanha Salarial 2022 entre a CONTEC o Banco do Brasil, cuja pauta foi a representação dos funcionários. Representou o sindicato na reunião o diretor Rogério Marques.

O BB manifestou o desejo de renovar a cláusula que trata do Representante Sindical de Base sem as alterações propostas pela CONTEC. A reivindicação é de que haja, no mínimo, um representante sindical em cada agência. O atual acordo prevê um representante para cada grupo de 80 funcionários na base de cada sindicato. Apesar do banco se recusar a alterar a cláusula, a CONTEC insistiu na tese de que um representante sindical em cada local de trabalho traria muitos benefícios para a categoria e poderiam ser evitados muitos conflitos, pois o representante seria um importante elo entre os trabalhadores e os sindicatos.

A proposta da CONTEC para que o BB abone as ausências de até cinco funcionários para participarem de reuniões de negociação com o banco foi recusada. Os funcionários seriam indicados pela CONTEC e auxiliariam a comissão de negociação em temas específicos, que exigem conhecimento técnico. O banco concorda em renovar a cláusula do atual acordo, que prevê somente a liberação de dirigentes sindicais.

A reforma trabalhista de 2017 permitiu que as empresas firmem acordos individuais com os seus empregados e a CONTEC reivindicou ao banco que o Acordo Coletivo assinado com a entidade tenha abrangência para todos os funcionários, independente da escolaridade e remuneração. Em resposta ao pedido, o BB informou que não tem interesse em clausular o tema no acordo coletivo, porém afirmou que privilegia as negociações com a CONTEC.

A próxima reunião com o Banco do Brasil acontecerá na terça-feira (02 de agosto).